Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fui ao Cinema... E não comi pipocas!

As aventuras e desventuras de uma miúda que se alimenta de histórias cinematográficas.

Fui ao Cinema... E não comi pipocas!

O que ver na Festa do Cinema 2018

Ela veio para ficar!

 

Depois do sucesso dos últimos anos, a Festa do Cinema regressa às salas de todo o país para tornar o cinema muito mais acessível a todas as famílias. Isto significa que durante os dias 22, 23 e 24 de outubro, todos os bilhetes de cinema para filmes 2D vão estar ao preço único de 2,5€. 

 

Diz o site oficial do evento que em 2017, 217 mil espectadores aproveitaram esta verdadeira festa, e este ano não deve ser diferente.

 

 Apesar de ainda sermos u dos países com bilhetes de cinema relativamente baratos, a verdade é que o aumento a que assistimos nos últimos anos tem tornado proibitivo ir com frequência às salas. Mesmo com as promoções permitidas por algumas salas (looking at you, cartão NOS), ainda é complicado uma família inteira conseguir encaixar o investimento no orçamento. 

 

A Festa do Cinema torna-se assim uma oportunidade para irmos ao cinema de forma mais relaxada, despreocupada e apenas com o objetivo de vermos um bom filme. E há ainda vários em sala. 

 

Por isso, deixo-vos seis sugestões de como poderá aproveitar esta verdadeira celebração. 

 

 

O Primeiro Homem na Lua

 

 

Já por aqui encontram uma opinião final sobre O Primeiro Homem da Lua, que consegui assistir no dia de estreia. Se já a leram, não é estranho que seja uma das primeiras sugestões, certo? Aliás, acho que é o único filme desta lista ao qual já consegui assistir. 

 

Tudo porque fiquei mesmo impressionada com ele. É um filme muito diferente para as biografias a que estamos acostumados e está muito bem feito. Apesar de uma história que todos pensamos já conhecer de trás para a frente, conseguimos aqui ter uma perspectiva diferente sobre tudo o que aconteceu quando Neil Armstrong pisou a Lua pela primeira vez. 

 

Tenho para comigo que esta deve ser uma experiência muito interessante em IMAX, apesar de não ter assistido nesse formato. Infelizmente estas salas não estão incluídas na Festa do Cinema, mas não deixem que esse pequeno pormenor vos distraia, e vejam mesmo em 2D. Vale a pena!

 

 

Pedro e Inês

 

 

É o filme português em estreia da semana, e um daqueles que me tem deixado mais curiosa. Baseado no livro A Trança de Inês, de Rosa Lobato Faria, é uma história de amor intemporal, em que o romance entre D. Pedro e D. Inês de Castro é vivido no passado, no presente o no futuro. 

 

Novamente, é uma história que todos conhecemos com a sua própria personalidade e distinção. Tem uma perspetiva completamente nova, que me atrai e me torna muito curiosa - não fosse eu uma romântica incurável com um fraquinho pela história do Romeu e Julieta portugueses. 

 

O filme foi realizado por António Ferreira e é protagonizado por Diogo Amaral e Joana de Verona - uma das minhas atrizes de eleição da sua geração. Tem tudo para dar certo!

 

Sete Estranhos no El Royale 

 

 

É um elenco daqueles com nomes conhecidos que nunca mais acabam: Jeff Bridges, Dakota Johnson, Chris Hemsworth, Jon Hamm… E é das poucas longas-metragens realizadas por Drew Goddard, que tem créditos ainda como argumentista. 

 

A história é a de sete estranhos que algures próximo de 1968 se encontram no El Royale, um hotel com um passado misterioso. Passados misteriosos é o que estes estranhos revelam ter também ao longo do filme, passados que acabam por se revelar. 

 

Este parece ser um daqueles filmes simples mas engraçados de assistir. O elenco é de luxo, a história tem o seu quê de interessante, e por 2,5€ por pessoa é um pequeno investimento por um tempo bem passado. 

 

Assim Nasce Uma Estrela

 

 

Confesso que não tinha nenhum tipo de expectativa para este filme. Era daqueles que me iria passar completamente ao lado, apesar de estar ligeiramente curiosa por assistir à estreia de Bradley Cooper na realização. Mas quando assisti ao trailer e descobri a história, me pareceu tudo muito banal e muito vista, com uma Lady Gaga como protagonista porque a sua voz encaixa no perfil. 

 

Mas faço o mea culpa, porque aparentemente não há uma única pessoa que tenha assistido e tenha saído da sala com sensação de desilusão - até o meu irmão diz que gostou!

 

 

Têm sido imensos os elogios dirigidos a Assim Nasce Uma Estrela, porque Cooper parece ter dado uma perspectiva muito própria a uma história aparentemente banal, e Gaga parece ser a protagonista perfeita. 

 

Acho que vou começar por aproveitar a Festa aqui… 

 

 

Johnny English Volta a Atacar

 

 

Por vezes deixamos os filmes mais cómicos para ver em casa, porque achamos que não vão ganhar assim tanto com a experiência cinematográfica… ou então sou só eu que penso assim. Mas se os bilhetes vão custar apenas 2,5€, porque não? 

 

Todos precisamos de rir, e Johnny English é perito nessa arte. Ou devemos antes dizer Rowan Atkinson, o homem que já nos fazia rir antes de dizer uma palavra. Este é o terceiro filme com English, o espião inglês improvável que através de métodos questionáveis e pouco convencionais consegue sempre salvar o mundo. 

 

Desta vez, um hacker informático rouba os dados de todos os agentes dos serviços secretos britânicos, e English é o único a salvo. É por isso que tem de sair da reforma para mais uma vez ajudar a Coroa. 

 

Vamos lá confessar: quem é que não gosta de Johnny English? Aquele humor britânico nunca falha!

 

Um Simples Favor

 

 

Desde que vi o trailer de Um Simples Favor que estou muito curiosa. 1). É protagonizado por Anna Kendrick e Blake Lively, que adoro; 2). É realizado por Paul Fieg, que normalmente está muito mais virado para a comédia do que para os mistérios policiais; e 3). o que raio aconteceu à Emily? 

 

A Emily, interpretada por Lively, parecia ter tudo: uma boa vida, o look para acompanhá-la, um filho inteligente… Até que desaparece misteriosamente, e é a sua recém amiga Stephanie que se sente responsável porque descobrir o que aconteceu. 

 

Parece-me um enredo super simples, mas ao mesmo tempo desperta um verdadeiro interesse. E ainda está em cena em algumas salas, por isso talvez este seja o momento de aproveitar. 

 

3 comentários

Comentar post