Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fui ao Cinema... E não comi pipocas!

As aventuras e desventuras de uma miúda que se alimenta de histórias cinematográficas.

Fui ao Cinema... E não comi pipocas!

Mas agora tenho de comprar os bilhetes de cinema com antecedência?

Há uns meses entrei toda lampeira num site para comprar bilhetes de cinema, com uma vontade gigante de ver um filme fixe e que me fizesse esquecer a semana de bosta que estava a ter.

 

O melhor de tudo é que assim que entrei no site, vi que estavam a vender bilhetes para a nova versão de Tomb Raider, com a Alicia Vikander. Nem me lembrava que estava em cena, e a verdade é que aquilo era mesmo o que precisava - tinha porrada, efeitos especiais e muito provavelmente barulho suficiente para poder comer pipocas à vontade. 

 

Quando comecei a comprar é que vi a data: era uma pré-venda e o filme estreava dai a umas duas semanas.

 

Escusado será dizer que fiquei altamente frustrada. Não só porque afinal tinha sido induzida em erro (com alguns props para a minha ignoracia, de não estar atenta às datas), mas porque já me estavam a elevar demasiado a expectativa para o filme. Seria assim tão bom que tinham medo que esgotasse? 

 

Lembro-me dos tempos idos em que só grandes blockbusters de certos fandoms (tipo Star Wars, Harry Potter ou Senhor dos Anéis) é que nos davam a oportunidade de reservar bilhetes com antecedência. Não sei bem porque é que agora quase todos os filmes que consideramos mais fixes têm pré-venda.

 

Será que querem apenas perceber se há malta interessada de tal forma não filme que até compram com antecedência? Uma espécie de estudo de mercado que permite às distribuidoras perceber quantas salas devem dedicar a cada filme?

 

Estou por tudo, já. Qualquer motivo me parece melhor do que apenas a ideia de que atualmente qualquer blockbuster pode ser vítima de esgotar. Um filme não é um concerto único do Ed Sheeran, tá (e mesmo esse é exagerado)?

 

Assusta-me este mundo em que nos levam a acreditar que temos de pensar nos nossos planos desta forma. Hey, precisas de estar livre daqui a 3 semanas para ver um filme! Poucas pessoas gostam tanto e valorizam tanto a experiência de ir ao cinema, mas há limites para tudo nesta vida. 

 

E ainda sim, há um poder qualquer que me compele a reservar essa noite daí a 3 semanas só porque quero muito ver aquele filme no dia de estreia; a exclusividade de ser a primeira! Lá vou eu lampeira outra vez, abrindo o site da pré-venda como se não houvesse amanhã. 

 

Vivemos num mundo em que procuramos experiências únicas como se fossem crianças fofas e irrepetíveis. Deixamos esgotar os melhores concertos meses e meses antes de acontecerem porque podem não voltar a acontecer; compramos coisas em promoção porque pode não voltar a estar em promoção. 

 

Não comprar um bilhate em pré-venda é quase como arriscar a não vermos um filme no dia em que estreia, e Deus nos livre que isso aconteça! E os spoilers? E o não podermos falar com os nossos amigos sobre isso? E…

 

E nada. Temos de aprender a relaxar, não?

1 comentário

Comentar post