Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Fui ao Cinema... E não comi pipocas!

As aventuras e desventuras de uma miúda que se alimenta de histórias cinematográficas.

Fui ao Cinema... E não comi pipocas!

As aventuras e desventuras de uma miúda que se alimenta de histórias cinematográficas.

Chegam as primeiras imagens do novo filme de Tim Burton

08.03.16 | Maria Juana

Fãs de Tim Burton, existem por aí? Acredito que sim, já que o realizador norte-americano tem conquistado corações com a sua excentricidade, tom gótico e genialidade, que dificilmente encontramos combinados noutros mestres. 

 

Foi ele a mente por detrás de alguns dos preferidos filmes de Batman (um legado que, mais tarde, foi feito em ruínas por senhores que decidiram fazer este filme), do subestimado Ed Wood, do rabbit hole de Alice no País das Maravilhas, do clássico Eduardo Mãos de Tesoura, e um dos meus prediletos: O Grande Peixe.

 

Depois de Olhos Grandes (o seu último filme, e que passou um pouco despercebido), chegam-nos agora as primeiras imagens do seu próximo projeto: A Casa da Senhora Peregrine para Crianças Peculiares.

Protagonizado por Eva Green, e pelo seu semblante femme fatale que nunca passa despercebido, este novo filme conta a história de Jacob (Asa Butterfiled), que parte em busca de respostas aos seus pesadelos para uma misteriosa ilha. Aí, encontra uma casa em ruínas que outrora terá pertencido a Peregrine, lar de crianças peculiares. Peculiar e mágica é também a própria Peregrine.

 

A história não é da autoria de Burton: o argumento do filme (da autoria de Jane Goldman) é inspirado no romance de Ransom Riggs, que tem feito parte do imaginário de crianças e adultos desde que foi lançado, em 2011.

 

Além de Eva Green e Butterfield, o elenco é de luxo: temos Samuel L. Jackson, Judi Dench, Terrence Stamp e Allison Janney, entre vários outros nomes que vamos podemos encontrar no cinema no próximo mês de setembro, altura da estreia d’A Casa da Senhora Peregrine para Crianças Peculiares.

 Adivinho grande expetativa até lá – sobretudo porque, entretanto, corre o rumor de que o realizador e produtor vai estar a trabalhar na sequela de Beetlejuice, a inesquecível obra-prima do mestre da fantasia. E este sim, estou em pulgas para ver! O regresso de Winona Ryder ao papel de Lydia Deetz está praticamente confirmado… Teremos mesmo sequela?

Trailer da semana V – Quando a Alicia conheceu Michael

02.03.16 | Maria Juana

Lembram-se quando, aqui neste post, falei que não podia perder o filme The Light Between Oceans?

 

Para os que não se recordam, falo do filme protagonizado por Alicia Vikander e Michael Fassbender, baseado na obra do mesmo nome de M.L. Stedman. Além do seu elenco de luxo, que conta ainda com a presença de Rachel Weisz, é o novo filme de Derek Cianfrance, o senhor que nos trouxe Blue Valentine.

 

E o trailer já ficou disponível:

 

 

A história parece simples, mas poderosa: o casal cria uma criança que dá à costa próximo de sua casa, até ao dia em que encontram a sua verdadeira família. Aqui começam as questões, e o drama: deverão contar a verdade? A criança deverá ficar consigo? Será que a mãe verdadeira vai descobrir?

 

O trailer pouco nos diz sobre o desfecho, mas acredito que estejamos perante complexas interpretações e emoções fortes – ou não fosse a isso que convida esta história.

 

É sobretudo por isso que estou tão expectante. É sabido que sou fã de histórias cheias de sumo, com atores que estão à altura para nos mostrar cada pedaço dessa emoção. Acredito que nem todos são capazes de o fazer, mas a junção deste triângulo (Weisz, Vikander e Fassbender) deixa-me ainda mais curiosa.

O próprio realizador e conhecido por nos presentear com argumentos crus, que nos mostram a humanidade da forma que ela é. Tendo em conta que The Light Between Oceans concentra-se no amor de duas mães, temos pano para mangas.

 

Pena que só lá para setembro é que poderemos assistir a esta obra. Mas já faltou mais…

Pág. 2/2