Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Fui ao Cinema... E não comi pipocas!

As aventuras e desventuras de uma miúda que se alimenta de histórias cinematográficas.

Fui ao Cinema... E não comi pipocas!

O que vamos ver no Cinema até ao final do ano

Dezembro está a chegar ao fim. Daqui a pouco tempo, vamos ser inundados por tops dos melhores de 2017, repleto dos favoritos entre os favoritos, e previsões para as entregas de prémios do próximo ano.

 

Mas até chegarem esses tops, ainda há muito Cinema para ver. Prova disso mesmo são os filmes que ainda estão por estrear, e que não tarda chegam às salas portuguesas.

 

Tenho pena que muitos dos filmes mais esperados de 2017 ainda não cheguem este ano até nós. Filmes como The Disaster Artist, The Post e Lady Bug (que têm arrancado críticas muito positivas lá fora) só têm estreia marcada para 2018.

 

Até lá, resta-nos aproveitar o Cinema de outra forma. E penso que não haja melhor do que assistir a alguns dos (ou todos) filmes que se seguem.

 

Star Wars: Os Últimos Jedi

 

 

É, sem dúvida, o filme mais aguardado deste frio dezembro.

 

Desde 2015, quando estreou O Despertar da Força, que os fãs da saga de ficção científica mais conhecida do mundo aguardam esta sequela. Esta nova trilogia tem arrancado belas críticas aos fãs e não-fãs da saga, e quem já viu este Últimos Jedi diz que Rian Johnson realizou um filme á altura dos anteriores.

 

Neste novo filme, finalmente vamos conhecer o que aconteceu com Luke Skywalker (Mark Hammil) e perceber o papel de Rey (Daisy Ridley) em tudo isto. Vamos também voltar a encontrar Kylo Ren (Adam Driver), e perceber de que forma é que os rebeldes estão a defender a galáxia.

 

Mas não esperem grandes respostas...

 

Estreia: 14 de dezembro

 

 

O Homem que inventou o Natal

 

 

Nesta lista não podia faltar o típico filme de Natal da época. E apesar de ter um pouco mais de História do que o habitual, não foge à regra.

 

O Homem que Inventouo Natal mistura realidade e ficção ao contar-nos como Charles Dickens (Dan Stevens) começou a escrever um dos seus romances mais natalícios, Um Conto de Natal. Entre personagens reais e outras inventadas por Dickens, caminhamos por uma Londres antiga, mas muito calorosa.

 

É daqueles filmes que podemos levar as crianças para aprenderem um pouco mais sobre o espírito de Natal – e para apreciarem o bom que é assitir a uma prestação do Christopher Plummer, no papel do icónico Scrooge.

 

Estreia: 14 de dezembro.

 

 

Roda Gigante

 

 

Roda Gigante é mais do que o regresso de Woody Allen ao cinema. É também a prova que os grandes gigantes tecnológicos e serviços de streaming são cada vez mais uma produtora de relevo nos Estados Unidos. Neste caso, falamos da Amazon Studios.

 

Mas naturalmente que o grande destaque vai para Allen, que escreve e realiza o seu primeiro filme desde Café Society, o ano passado. Está a manter um bom ritmo de um filme por ano, ao que parece...

 

Desta vez, Allen vem acompanhado por Kate Winslet, Justin Timberlake, Juno Temple e um muito inesperado e querido Jim Belushi (por quem tenho um carinho especial, vai-se lá saber porquê).

 

A história está também repleta de casos muito queridos ao autor: o filme conta a história de quatro pessoas que trabalham num parque temático em Coney Island, nos anos 1950. Histórias cheias de desafios, surpresas e casos de amor.

 

Estreia: 14 de dezembro.

 

 

Tempo de recomeçar

 

 

É uma comédia, é um drama, é um daqueles filmes sobre famílias e amigos que crescem em conjunto. Perde-se a conta aos filmes que querem contar histórias de famílias e coming of age stories. Isso não significa que não se possa continuar a ver.

 

Neste caso, Tempo de Recomeçar é tudo isso um pouco, e chama a atenção por isso mesmo.

 

A história é a de Bill Pallet (J.K. Simmons), um viúvo que se muda com o seu filho para o outro lado do país enquanto tenta lidar com a perda. Graças ao seu filho e a duas mulheres que entram nas suas vidas, tenta seguir em frente e voltar a encontrar a paz.

 

Lá está, simples e bonito. E conta ainda com Juçie Delphy, por isso só pode ser bonito.

 

Estreia: 21 de dezembro.

 

 

Pitch Perfect 3

 

 

O regresso das Bellas e das suas vozes acapella é um dos mais aguardados de dezembro. Desde o primeiro filme que a histórias destas jovens que gostam de cantar encantou o mundo. Houve já uma sequela interessante, realizada por Elizabeth Banks, e agora as Bellas regressam para ma tour internacional.

 

Pitch Perfect é um dos meus grandes guilty pleasures. Naqueles dias de sofá, manta e chá, o que me apetece mesmo é ver um grupo de miúdas a cantar como se não houvesse amanhã. Por isso, estou muito entusiasmada com esta terceira parte.

 

Anna Kendrick, Rebel Wilson, Hailee Steinfeld, Britanny Snow e Anna Camp regressam, juntamente com todos os nomes que temos conhecido. E mais aventuras acaawesome nos esperam!

 

 

Estreia: 21 de dezembro.

 

 

Jumanji – Bem-vindos à Selva

 

 

Não é novidade para ninguém que não estou nada contente com este Jumanji. Sou uma fã gigante do original, com Robin Williams, e ver esta nova versão não me augura nada de bom.

 

Para mim, Jumanji é daqueles filmes que me ensinou a ter imaginação nisto de ver Cinema. Que um filme não tem de ser um espelho da realidade, e pode ser antes aquilo que gostavamos que fosse.

 

Apesar desta nova versão partir da mesma premissa (um grupo de jogadores de um uma versão eletrónica vê-se dentro do jogo e tem de o terminar), isso não significa que a veja com o mesmo espírito. Mas vou tentar.

 

Desta vez não temos Robin Williams, mas temos The Rock, Jack Black, Kevin Hart e Karen Gillian. Todos eles vão tentar sobreviver à selva, e tentar voltas às suas vidas. Conseguirão?

 

E eu, conseguirei sobreviver a este filme?

 

Estreia: 21 de dezembro.

 

 

Os Meninos que Enganavam Nazis

 

 

Preparem a lágrima no canto do olho, e o coração apertado. O Menino que Engava Nazis é daqueles filmes sobre a Segunda Guerra com crianças que nos vão fazer tudo isso.

 

É um filme francês que conta a história de dois irmãos judeus. Com coragem e determinação, vão tentar fugir de uma França ocupada e sobreviver aqueles que descriminam sem razão. E vão fazer de tudo para reencontrar a sua família.

 

Há 30 mil filmes que contam realidades da Segunda Guerra, e outros tantos que tentam ficcioná-la. Isso não significa que não seja importante continuar a falar sobre ela.

 

Por isso, vamos lá ao cinema, e chorar um pouco mais.

 

Estreia: 28 de dezembro.

 

 

O Grande Showman

 

 

E nada como uma musical mágico para terminar o ano! Daqueles cheios de brilho, espetáculo e muita luz, como se quer um inverno frio e escuro.

O Grande Showman promete isso mesmo, e talvez mais.

 

Primeiro, tem um elenco de luxo: Hugh Jackman, Michelle Williams, Zendayam Rebecca Ferguson e até um Zac Efron.

 

Depois, tem a história de uma homem que perde o trabalho e decide criar um espetáculo que chama a atenção de todo o mundo. Sempre com ambição, amor e muita música à mistura.

 

Há algum tempo que se ouve falar deste filme, e não posso deixar de estar algo curiosa. Os musicais são mesmo um fraquinho de tenho, e este parece-me ser daqueles perfeitos para um final de tarde de inverno.

 

Estreia: 28 de dezembro.

 

 

Já escolheram os filmes que vão ver antes de 2017 acabar?

4 comentários

Comentar post