Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Fui ao Cinema... E não comi pipocas!

As aventuras e desventuras de uma miúda que se alimenta de histórias cinematográficas.

Fui ao Cinema... E não comi pipocas!

Jude Law: de The Young Pope para Young Dumbledore

Não fui a primeira a fazer piada, mas era inevitável: depois das positivas críticas no papel de Lenny Belardo na série The Young Pope, foi esta semana confirmado que Jude Law será o responsável por dar vida a Albus Dumbledore na sequela de Monstros Fantásticos e Onde Encontrá-los. 

 

😱😱😱

 

Mas… Mas… Dumbledore? Ele vai fazer de Dumbledore?

 

Sim, meus pequenos potterheads assustados: o Jude Law foi escolhido para fazer de Dumbledore. 

 

Demorei um pouco a assimilar esta informação, principalmente porque a minha visão do Dumbledore não tem mesmo nada a ver com o aspeto de Law. Quer dizer, já viram o senhor? É como se me fosse apaixonar pelo Dumbledore sempre que ele disser, com aquele seu sotaque, até o feitiço mais parvo. Porém, depois de pensar um pouco mais… até estou confortável com esta decisão. 

 

Quando Johnny Depp foi escolhido para interpretar Grindewald, aí sim, fiquei apreensiva - aliás, ainda estou, mesmo que tenhamos tido um pequeno vislumbre do seu papel no primeiro filme. Com Jude Law, parece fazer um pouco mais de sentido. A ideia que tenho de Dumbledore é que é sempre o senhor da calma e sabedoria, a não ser que a ação o obrigue a perder esse seu semblante. Vejo como alguém equilibrado, justo, e muito… britânico. 

 

Law já interpretou tantos papéis diferentes ao longo da sua carreira que estou até curiosa por saber como é que ele vai pegar neste personagem tão icónico. Até estou curiosa por saber como é que a transformação física o vai deixar mais próximo da ideia que temos de Dumbledore. 

 

Tendo em conta que falamos de uma versão mais nova de Albus, acredito que a novidade que Law vai trazer ao papel é muito necessária. Será também interessante ver a interação entre Law e Depp (pois não nos podemos esquecer que Grindewald foi a grande paixão de Dumbledore, e ambos partilhavam uma grande amizade), porque é inevitável que tenha de existir uma faísca entre eles. 

 

Concluindo: não estou totalmente insatisfeita com esta escolha. Estou curiosas quero muito que resulte. Eu preciso que resulto.