Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Fui ao Cinema... E não comi pipocas!

As aventuras e desventuras de uma miúda que se alimenta de histórias cinematográficas.

Fui ao Cinema... E não comi pipocas!

Dos filmes do coração

 

Existem filmes que falam ao coração. Filmes que nos fazem suspirar e parar em frente ao ecrã sempre que começam a ser reproduzidos, ou que nos fazem pensar em todos os momentos em que já assistimos aquele pedaço de arte.

 

São comédias, filmes de ação ou independentes, que por um motivo que é só nosso nunca nos deixa indiferentes.

 

Ontem relembrei um dos meus: You’ve Got Mail (ou como quem diz, Você Tem uma Mensagem. Adoro as traduções portuguesas). Dos idos anos de 1998, com as suas modas e computadores (hoje) arcaicos, surge um filme simples, sem pretensões de ser mais do que uma leve comédia romântica, mas que mistura duas coisas sem igual: livros, e um jovem Tom Hanks.

(Sim, não avanço até estabelecer que tenho em Tom Hanks um dos meus crushs hollywoodescos. Não tem nada a ver com caixas de chocolates, mas o senhor diz-me qualquer coisa, que hei eu de fazer?).

 

Eles falavam por e-mail sem se conhecerem. Odiavam-se cara a cara, e apaixonaram-se duplamente quando descobriram que aquele em quem confiavam online, era a presença que passavam a adorar. O que há para não gostar?!?!?!

 

Romântica incurável como sou, nada. É para os românticos como eu, que acreditam que o amor chega em qualquer forma, mesmo através da internet. E para os dias que correm, é bom olhar para trás e ver como um simples e-mail era tão mais importante do que uma foto no Instagram.

 

Vou continuar a parar em frente ao ecrã sempre que este filme surgir. A romântica em mim (e o Tom Hanks) não consegue resistir-lhe.