Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

Fui ao Cinema... E não comi pipocas!

As aventuras e desventuras de uma miúda que se alimenta de histórias cinematográficas.

Fui ao Cinema... E não comi pipocas!

Confissões de uma apaixonada

Este é, possivelmente, o meu terceiro ou quarto blog, fora algumas colaborações esporádicas em sítios de outrem. Confesso que me sinto entusiasmada ao início, a querer partilhar estas minhas confissões, mas mais cedo ou mais tarde os escritos começam a tornar-se demasiado pessoais para serem partilhados - e acabo sempre por sentir o peso da responsabilidade de me obrigar a manter o sítio minimamente atualizado.

 Pensei na ideia para este sítio quando um blog de cinema procurava ajuda para criar uma nova rubrica. Achei que muitas das minhas histórias seriam sobre cinema, e se há coisa de que eu gosto é de contar histórias sobre as minhas paixões. Mas a ideia evoluiu, e hoje aqui estou.

 A ideia de me envolver num outro espaço deixou-me dividida. Eu conheço-me: sei que vou estar super entusiasmada no início, e que, depois de um dia inteiro em frente ao computador a escrever, seria muito complicado ter as forças para o fazer também no meu tempo livre. E sendo novamente honesta, depois desse ciclo de decadência, vem sempre o momento em que olho para o meu pequeno diário, cheio de entradas regulares sobre tudo e nada, e vem-me aquela saudade de escrever em teclas para o Outro ver - Outro: aqueles que não sei se leem ou não este espaço.

 Enchi-me de forças e peguei no rato para começar a montar a casa. Quis voltar a escrever sobre uma das minhas paixões; tinha saudades, muitas saudades! Mas escrever com amor, vindo diretamente do coração. Porque a verdade é essa: o cinema toca-me no coração. Pode até ser um daqueles filmes completamente lamechas e sem ponta por onde se lhe pegue, mas basta chegar cá dentro para merecer a minha atenção. E histórias não me faltam...

 Acredito que, eventualmente, o cinema não será a única base das possíveis entradas que vou escrevendo. Mas prometo, a ti, Outro que por aí andas, que vou tentar.